Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019

| Voltar |

Central de Notícias - Simbolismo


Água-marinha: gema do mês de março e das bodas de 15 anos



A água-marinha pertence, juntamente com a esmeralda, ao grupo do berilo, com uma composição química de silicato de alumínio e berílio. A sua dureza é 7,5 - 8 na escala de Mohs. A cor da água-marinha varia de azul esverdeado ao azul-verde, geralmente de tonalidade clara. 

Existem jazidas de água-marinha em todos os continentes, sendo que as mais importantes são as do Brasil –  há minas nos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Rondônia (sendo este pouco explorado nesta região) e Rio Grande do Norte onde são encontradas as melhores do país – maior produtor mundial da gema, e as da Rússia. 


 

Priscila Idalgo


História

Na década de 1950 foi encontrada em Resplendor, Minas Gerais, a maior água-marinha do mundo que, devido à sua beleza, foi denominada "Martha Rocha", a Miss Universo da época. Foi também motivo de muitas brigas e mortes na região. A mais pesada tinha 110 kg, e suas dimensões eram de 48,5 cm de comprimento e 42 cm de diâmetro. Tem fratura concoidal de brilho vítreo a resinoso e clivagem basal. São raros os exemplares com um azul intenso e sem tons esverdeados, uma vez que a maioria das águas-marinhas com um azul perfeito foram sujeitas a tratamentos especiais, sendo o principal o aquecimento da gema. Este tratamento elimina os tons esverdeados fazendo com que a gema fique com um aspecto mais impressionante. Contudo, nem sempre as pessoas preferiram assim, algumas pessoas preferem os tons naturais por ser mais parecido com o azul do mar.


 

Brumani


Simbologia

Considerada um calmante para o coraço, a água-marinha tem o poder de manter o equilíbrio eletroquímico do corpo. Na Índia, país pioneiro na extração e uso da pedra, ela é bastante utilizada por gemólogos, gemoterapeutas e astrólogos. Sua função calmante é mais eficiente quando a pedra é aplicada em colar, bracelete ou pingente. 

A água-marinha é considerada uma pedra sagrada. Segundo (STEWART, 1996) o papa Júlio II possuía uma com cerca de 5 cm de comprimento, incrustada em sua tira. Foi usurpada pelos franceses, sendo devolvida anos depois à Santa Fé por Napoleão.

Consagrada ao Deus Netuno, é um talismã dos marinheiros e dos viajantes do mar. Acreditava-se que era uma pedra de extrema sensibilidade, e portanto a ser presenteada à noiva pelo noivo no dia do casamento, com a convicção que suas almas seriam unidas e seu amor resguardado. Símbolo também da constante felicidade, tranquilidade saúde, esperança e juventude. Os romanos acreditavam que a água-marinha era uma fonte de inspiração a quem a usasse e que também curasse mal de estômago, fígado, garganta. Também ligada a fenômenos psíquicos e paranormais. Traz harmonia ao casamento, aumenta a coragem, sabedoria e o talento musical de quem a usa.


 

 

O conjunto da Brumani traz as águas-marinhas misturadas a diamantes e turmalinas Paraíba


Protege os nativos dos signos de Touro, Gêmeos, Libra, Escorpião, Aquário e Peixes e os profissionais do jornalismo, comunicação, os mergulhadores, as secretárias, as telefonistas, cantores e dentistas. 

Gema do mês de março, a água-marinha também é a pedra comemorativa do 15º aniversário de casamento.

Fonte: Da Redação

Publicada em 01.03.2012

mais notícias sobre Simbolismo >>

Outras Notícias?
Escolha o Canal:


© Copyright 2011 InfoJoia | Desenvolvido por 3N Design